Room 104 Barber

I really wish I had a barber that I knew on a first name basis, and preferably one like Room 104 Barber in Auckland, New Zealand. I have to say that NZ is a little bit out of the way, but they sure do nice cuts.

My Grandfather used to say: You should always know on a first name basis your Taylor (check), our Barber (still missing) and your Pharmacist (check).

The Barbers we have here in Oporto are still in the last century mode, bad last century that is!  Some of them have amazing places, but they are not well maintained, they use shitty products and don’t make feel at all like coming back. If there were something like Room 104 I’de be there at least once a week to shave. Yes I’m one of those guys that only shaves once every 7days. Thank God I’m self employed. And once a month to cut my hair.

So enjoy the little movie and if you know any nice Barber, please let me know!!!!

Follow me on TwitterFacebook and Tumblr.

Related posts:

4 comments

  1. Eu só conheço o cabeleireiro. Uma vez por mês aqui em Lisboa no Metrostudio. São fantástico. eu gosto de lá ir. Mas claro, não são Barber. E aí, de facto, não conheço nenhum. Nenhum que tenha a pinta de barber, mas que faça os cortes modernos, que dê para fazer a barba e todas essas coisas.

    E, apesar de não ser self employed, não faço a barba, aparo-a e não deixo de ouvir bocas na mesma. Enfim, é a vida.

    • Fica um bocadinho fora de mão, mas é sempre bom saber onde encontrar um bom Barbeiro. Quanto ao alfaiate posso apresentar-te o meu. Tb vai ficar fora de mão para ti, mas nunca é demais conhecer um bom Alfaiate … eheheh

  2. Lisboa. Largo do Chiado. Um dos barbeiros mais antigos e clássicos da cidade.

    Sempre que chega o Verão e mudo de “barba à pescador” (não sou trabalhador por conta própria e uso uma grande BARBA!) para bigode, é lá que faço o primeiro corte.

    À moda antiga. Com direito a toalha ensopada em àgua quente antes da lâmina e gelo no final.

    Para o cabelo. Barbeiro sempre. O mesmo desde os 5 anos. O Paulo.

    Acho que me está a faltar um alfaiate então!